tudo o que eu queria te dizer é que também tenho saudade, que também te quero , que tudo em minha volta me faz lembrar você. mas isso não seria politicamente correto, pelo menos é isso que meu ego grita eminentemente para mim. meus sonhos, meus planos, tudo foi frustrado assim que você virou as costas depois do meu adeus. nada voltou ao normal, nada vai ser como era. promessas, pactos e juramentos que fizemos ficaram só nas palavras ; porque hoje nada mais importa para nós . afinal, não somos mais nada. e o que éramos , se apagou junto com as nossas lembraças, junto com o que pensávamos em ter algum dia. e por causa disso, nem lembranças restam de nós. não sei se isso faz bem ou se faz mal. E sinceramente, não quero querer saber!

1 comentários:

Marina disse...

Amiga, continue escrevendo cada vez mais. Porque escrever é arte e arte é cultura. Eu, como uma apaixona pela arte me encantei com a arte das suas palavras...
Mas não se esqueça: escreve bem aquele que lê bastante, que lê bem.
Confie no que você escreveu ou no que está escrevendo busque sempre novos limetes, novos obstaculos na escritura.
Serei sua leitora. Beijos Marina

Postar um comentário